Descarte

Você sabe como descartar o lixo eletroeletrônico?

Imagine a seguinte situação: você acabou de comprar o último lançamento de smartphone ou substituiu sua antiga TV por uma digital. Você saberia o que fazer com os aparelhos antigos? Algumas pessoas fazem doações, outras esquecem os itens em um canto da casa, enquanto outras jogam no lixo comum.

O que nem todo mundo sabe é que esse lixo eletrônico (celulares, televisores, computadores, tablets, lâmpadas de LED, baterias e pilhas) deve ser descartado em locais apropriados e não deve se misturar ao lixo comum., pois possuem substâncias químicas como chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, entre outras, provocando contaminação do solo e da água.  É isso mesmo que você acabou de ler ! Além disso, as pessoas que entram em contato direto com esses equipamentos também podem ser contaminadas.

Então, se o lixo eletrônico não pode se misturar ao comum, qual seria o destino correto para esses aparelhos?  Os aterros industriais especiais, cooperativas de reciclagem ou centro de estudos – escolas e universidades com projetos voltados ao descarte de lixo e ao meio ambiente. Algumas empresas fabricantes também têm postos de coleta.

Ao descartar um material de maneira correta, além de preservar o ambiente, permitimos sua reutilização em outros segmentos, contribuindo para capacitação de profissionais, aumento de empregos e melhoria na educação ambiental.

Fique por dentro :

– Cerca de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são gerados por ano no mundo.

– Entre os países emergentes, o Brasil é o país que mais gera lixo eletrônico.

– A cada ano o Brasil descarta cerca de 97 mil toneladas métricas de computadores; 2,2 mil toneladas de celulares; 17,2 mil toneladas de impressoras.

E então? ! Viram como é importante fazer o descarte correto do lixo ?