Blog (8)

Sua escrita diz muito sobre você

Já ouviu falar em grafologia? Nome estranho né?!

No artigo de hoje vamos desvendar o significado dessa palavrinha e contar um pouco da sua historia. Confira!

Vocês sabiam que é possível analisar a personalidade de uma pessoa através da sua escrita?  Segundo o médico chamado Camilo Baldi SIM! Através dele, e no século XVII, na Itália, grafologia começou a ser estudada, e foi onde ele percebeu que o estado fisiológico de seus pacientes se refletia no formato de sua escrita. Antes, porém, uma forma similar de análise era feita em confessionários da Espanha, no século XIV. O rabino Samuel Hangid avaliava o modo como os fiéis escreviam e lhes dava conselhos a partir disso.

Passaram-se centenas de anos e a técnica de analise foi ganhando relevância, e hoje já é usada em entrevistas de emprego e no tratamento de distúrbios psicológicos.

A Grafologia vive da prática, da experiência, do estudo das letras, através de pequenas análises a textos escritos, pela mão do próprio indivíduo. Os profissionais especializados nessas análises são chamados de grafólogos ou grafologistas. Para receber tal título, oficialmente, a pessoa deve fazer um curso de Grafologia com profissionais reconhecidos.

A técnica pode ser usada com inúmeras finalidades. Em hospitais, com a finalidade de identificar algumas doenças e também o uso de drogas e álcool. Nas escolas, para identificar dificuldades de aprendizado e problemas de relacionamento, e também para identificação de falsificações de documentos e assinaturas.

Hora do grande desafio! Confira o que a grafologia revela sobre você:

O tamanho da letra

Letras pequenas, médias ou grandes podem indicar extroversão ou timidez. De acordo com os grafólogos, uma grafia pequena indica uma pessoa tímida, modesta e bastante cautelosa. Os que possuem uma grafia de tamanho médio são equilibrados e organizados. Já os que escrevem com letras grandes são extrovertidos, impulsivos e até um pouco arrogantes.

A pressão da letra

A pessoa que escreve muito forte tem uma energia muito grande. O grau desta pressão pode ser visto passando apenas o dedo no verso do papel, verificando que ficou marcado em relevo. A pressão leve é de uma pessoa que tem menos energia.

A inclinação

Letras inclinadas para a esquerda = pessoas inibidas e subjetivas; escrita reta = pessoas educadas e racionais; letras inclinadas para a direita = otimistas e sociáveis.

Letra inicial e final em uma palavra

A letra inicial está ligada ao temperamento, o lado esquerdo do cérebro e a letra final ao lado direito representando o caráter. A letra inicial mostra como a pessoa realmente é e a final o que ela aparenta ser na sociedade. Quando existe uma diferença muito grande entre a final e a inicial existe um conflito interior muito grande.

 A direção

Este quesito tem relação com o ânimo da pessoa. Quem escreve na direção ascendente, partindo da linha do caderno em direção à linha superior, é otimista, eufórico e exaltado. Se você escreve seguindo a linha do caderno, então você é uma pessoa convencional, calma e controlada. Mas se as frases costumam ir em direção ao final da folha, cruzando as linhas que insistem em permanecer retas no papel, você provavelmente possui uma personalidade melancólica, pessimista e deprimida.

As letras

A letra g, a letra m e a letra t revelam traços da personalidade. Um t com um corte mais para a direita revela uma pessoa arrojada e firme e um t com a barra mais para a esquerda revela uma pessoa mais medrosa e lenta nas decisões.

A letra i com a altura do pingo: um pingo muito distante revela uma pessoa sonhadora e idealista e um pingo muito próximo uma pessoa objetiva e materialista. A falta de pingo mostra uma pessoa negligente, desatenta e preguiçosa.

Que tal virar um grafólogo ?