Blog

Outubro Rosa : Falar e Tocar

Nesse mês de outubro, o mundo se une em tons de rosa contra o câncer de mama.

Em um país onde são estimados 625 mil novos casos para o ano de 2021, a necessidade de falar sobre o assunto se mostra cada vez mais importante.

Em apoio à Campanha Mundial Outubro Rosa, o artigo de hoje traz uma matéria especial sobre o assunto. Confira!

O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização em relação à importância da detecção precoce do câncer de mama. Criado no início dos anos 1990, a campanha pretende reduzir a incidência da doença e seus índices de mortalidade.

Geralmente, o câncer de mama afeta mulheres que estão acima dos 35 anos, porém, os homens também podem apresentar a doença.

Entre os principais fatores de risco estão:

1- histórico familiar, principalmente quando algum parente de primeiro grau já teve a doença;

2- mulheres que tiveram a primeira menstruação precocemente;

3- mulheres que tiveram a primeira gravidez após os 30 anos;

4- mulheres que não tiveram filhos e que tiveram menopausa considerada tardia (depois dos 50 anos).

Quando diagnosticado ainda no início, tem 93% de chance de cura. Por isso, é muito importante a realização periódica de consultas e exames de prevenção, que podem detectar o tumor mesmo antes dos primeiros sinais da doença.

O autoexame é a melhor maneira de prevenção, pois permite o diagnóstico precoce da doença e aumenta a eficácia do tratamento. Ele deve ser feito mensalmente a partir dos 20 anos, entre o quarto e o sexto dia após o final do fluxo menstrual.

Mas atenção! Fique atento aos seguintes aspectos durante o autoexame:

1- Nódulos palpáveis na região das mamas e das axilas;

2- Região das mamas com aspecto áspero, similar à casca de laranja e alteração na pele que cobre o local onde foi encontrado algum nódulo.

Caso algo seja detectado, é preciso consultar um médico o mais breve possível.

Além disso, algumas atitudes podem ajudar a impedir o aparecimento desse tipo de câncer. Acompanhe!

  1. Tenha uma boa alimentação

Não é segredo para ninguém que uma alimentação balanceada e completa contribui para uma saúde em perfeito estado. Uma dieta adequada ajuda no controle do peso e evita a obesidade. O sobrepeso é um fator de risco para o desenvolvimento do câncer de mama, principalmente após a menopausa.

 

  1. Movimente-se

Exercícios físicos são muito importantes para uma boa saúde e para evitar uma série de doenças, inclusive o câncer de mama. Por isso, mexa-se Nosso corpo não foi feito para ficar parado.

  1. Tome sol

Um banho de sol de 10 minutos, antes das 10 horas ou após as 16 horas, não faz mal a ninguém, muito pelo contrário. A leve exposição aumenta a produção de vitamina D, reduzindo pela metade os riscos de câncer de mama.

  1. Amamente

Amamente o máximo de tempo possível. As mães que amamentam seus bebês por pelo menos um ano reduzem o risco de desenvolverem o câncer de mama futuramente.

Bem-vindo, Outubro Rosa!