Pets

Viagem marcada? Saiba com quem deixar o seu bichinho de estimação

O Carnaval está chegando, as viagens estão programadas e as malas, quase prontas. E os bichinhos de estimação, vão com vocês? Se a resposta é não, trazemos informações importantes no artigo dessa semana. Quem tem animal em casa sabe que ele é membro da família e precisa de atenção. Vocês deixariam um parente sozinho, caso ele não pudesse ir a uma viagem? Com bichos, a situação é a mesma. Por isso, vamos apresentar duas opções para garantir o bem-estar do animal enquanto vocês estiverem fora. A ideia é que vocês escolham a que mais tem a cara do seu bichinho!

Vamos focar nos cães e gatos. Conversamos com a cirurgiã veterinária Paola Américo, e chegamos à conclusão de que a maioria das pessoas não consegue escolher entre o hotelzinho e o pet sitter. Primeiro, é importante saber que a personalidade do animal é determinante nessa decisão. “Animais ativos, que precisam gastar energia, se sentem melhores em um hotelzinho, onde eles podem realizar atividades. Já os animais idosos, que não gastam tanta energia, e indóceis, que não sociabilizam bem com outros animais, necessitam de um pet sitter”, comentou.

Mas, há outros fatores que os donos devem colocar na balança. “Cães e gatos são bem diferentes. Não é possível deixar os cães sozinhos em casa, tanto pela necessidade de atenção quanto pela alimentação e água, que devem ser repostas diariamente. Já os gatos se sentem bem sozinhos, pois dormem cerca de 70% do dia. Então, basta que alguém faça a higiene do local duas vezes ao dia e troque a alimentação”, explicou Paola.

Agora que vocês conhecem as características de cada animal, vamos à parte burocrática. O que verificar antes de escolher um hotelzinho para o seu melhor amigo? E se a escolha for um profissional que atua como pet sitter, de que forma podemos avaliar a qualidade do serviço? A gente conta, vai anotando.

 

HOTÉIZINHOS E CRECHES

– Enriquecimento ambiental, que é a criação de um ambiente mais completo e interativo para o animal, simulando situações que ocorreriam na natureza;

– Espaço individual para o animal;

– Qualificações do dono do estabelecimento relacionadas a animais (o curso de adestramento é interessante);

– Assinatura de um responsável técnico (veterinário) na licença de funcionamento do estabelecimento;

– Locais cobertos para abrigar os animais;

– Troca diária da água (duas a três vezes);

– Fornecimento e conservação da alimentação dos animais;

– Passeios diários e horários em que são realizados (os períodos de sol forte não são recomendados).

 

PET SITTER

– Qualificações do profissional relacionadas a animais (os cursos de auxiliar de veterinário ou de adestramento são interessantes);

– Buscar referências com outros donos;

– Troca diária da água (duas a três vezes) e alimentação;

– Passeios diários e horários em que são realizados (os períodos de sol forte não são recomendados).

 

Conseguiram escolher a melhor opção? Se vocês preferirem um hotelzinho, as recomendações não param por aí. “Os animais devem estar com as vacinas atualizadas e fazer uso de vermífugos e antiparasitários, porque vão socializar com outros bichinhos”, orientou a veterinária. E não é só levar o animal, ele vai com uma malinha! “Os donos devem mandar carteira de vacinação, caminha e os potinhos de água e comida que ele usa. Um cobertor ou peça de roupa que lembre os donos também contribui para que o bichinho sinta aconchego”.

Para amenizar a saudade do animal, é importante ainda estabelecer uma rotina antes da viagem. No caso do hotelzinho, os donos podem levar o bichinho por alguns dias, em períodos diferentes, e observar como ele se comporta porque existe um processo de adaptação. Já o pet sitter pode fazer passeios, para que os donos observem se o animal é bem tratado e gosta do profissional.

A maioria dos hoteizinhos são para o público canino, mas existem os que só atendem felinos. E se você não está com viagem marcada, dá um pulinho aqui no Shopping Parque Balneário! Pode trazer o seu bichinho no colo.

Boa folia para vocês e para os seus melhores amigos, que agora certamente passarão um Carnaval bem mais feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *