Reciclado

Saiba quais são os principais resíduos sólidos que poluem as praias de Santos

Nessa semana, queremos compartilhar com vocês um assunto mais sério, e que apareceu por acaso. Sabendo que na última sexta-feira (17) celebramos o Dia Mundial da Reciclagem, a nossa equipe decidiu buscar informações sobre os programas e ações desenvolvidos em Santos para fomentar a conscientização da população. E nessa busca, encontramos números alarmantes sobre as bitucas ou pontas de cigarro, um material descartado diariamente por fumantes em todo o município. Entre 2017 e 2018, foram descartadas nas praias de Santos mais de 31 mil delas!

Os números são do Instituto Mar Azul, que realiza mensalmente mutirões de limpeza nas praias santistas (na faixa de areia e o calçadão) dentro do Projeto Microlixo, para recolher pequenos resíduos sólidos descartados irregularmente nesses locais. Os mutirões acontecem entre os canais 1 e 7.

Conversamos com o diretor-presidente do Instituto, Hailton Santos, que reafirmou seu espanto e o de todos os voluntários com esses números. “Chamam a atenção não só pela quantidade, mas pela facilidade com que esse resíduo é encontrado nas praias. Nas 41 ações realizadas até esse mês, foram coletadas cerca de 120 mil unidades”, lembrou. Depois das bitucas, estão na lista:

 

– mais de 25 mil fragmentos de plásticos moles;

– mais de 18 mil fragmentos de plásticos rígidos;

– quase 8,5 mil fragmentos de isopor;

– quase 3,5 mil canudos diversos.

 

É bastante lixo descartado no lugar errado, poluindo diariamente o meio ambiente. Perguntamos, então, se o trabalho da Prefeitura não vem sendo eficaz, em termos de limpeza. O responsável pelo Instituto esclareceu. “O poder público realiza um excelente trabalho, com maquinário e mão-de-obra, em toda extensão da praia. Mas, não é possível ser eficiente com o microlixo, pois dependemos da conscientização das pessoas”. Ele também não soube explicar qual público polui mais as praias. “Já realizamos mutirões dentro e fora da temporada e a quantidade de lixo é equivalente. O trabalho de conscientização precisa ser realizado com todos os públicos”, disse.

A cidade de Santos é considerada limpa e busca se tornar sustentável. Para isso, foram instalados os chamados Ecopontos, um programa da Prefeitura que recebe resíduos sólidos e devolve à indústria através da logística reversa, além de oferecer vantagens à população. Para saber onde eles ficam, basta consultar a lista nesse site. Essa é uma forma de contribuir para que o município esteja sempre bem cuidado.

A outra é prestar atenção aos pequenos resíduos que descartamos. Aquele papelzinho de bala, a latinha de refrigerante… E, é claro, as bitucas de cigarro, devem ir para as lixeiras espalhadas pelo município. Observem nos pontos de ônibus, na orla da praia, nos canteiros centrais. Em Santos, sempre há lixeiras próximas de onde vocês estão.

Falando nas bitucas, precisamos contar que elas demoram de 18 meses a 5 anos para se decompor e são materiais tóxicos, que representam riscos à saúde e ao meio ambiente. E tem mais. Cerca de cinco trilhões de bitucas poluem os litorais do planeta.

Se vocês não querem fazer parte do grupo de pessoas que contribui para o aumento dessa estatística, prestem atenção às pequenas atitudes que podem fazer uma grande diferença na vida de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *