Exercicio

Saiba como praticar atividades físicas com segurança no inverno

Frio combina com edredom, com pijama, com pipoca, com série, com… academia? Sim, vocês não leram errado. É agora que a nossa equipe vai espantar para sempre a preguiça dos leitores, e colocar todo mundo para malhar. Quem duvida?

O frio combina perfeitamente com academia. Ninguém sabe disso porque é comum não querer trocar de roupa e se exercitar quando o dia está nublado. O que não contam por aí é que o inverno é a melhor época do ano para se preparar para o verão. Aquele corpo que vocês sonharam exibir na praia deve começar a ser moldado agora, no frio. Como diria a atriz Jane Fonda nos anos 80, o lema é “sem dor, sem ganho” (ela gravava vídeos de aeróbica, quem lembra?). Mas, sem exagerar na dor.

Dizemos isso porque o inverno aumenta a ocorrência de lesões musculares e a intensidade das dores causadas por elas. O personal trainer Leandro Serra explicou os motivos e deu dicas valiosas para que todos possam se exercitar. A estética e a saúde agradecem. “A primeira dica é nunca ‘malhar a seco’, sem o aquecimento da musculatura que vai ser usada no treino daquele dia. O tempo frio faz com que o corpo demore para entender que vai ser começado um exercício físico, por isso é fundamental aquecer e alongar antes”, comentou. Ainda sobre esse assunto, é importante começar a malhar mais lentamente, sem tanta carga ou energia.

Quem prefere se exercita ao ar livre, caminhando ou correndo na praia (ou outra modalidade), também não tem desculpa parar interromper a rotina. Basta se agasalhar de forma adequada. “Na praia tem bastante vento. É recomendado que as pessoas se agasalhem para evitar problemas ocasionados pelo choque término da quentura do corpo com a friagem do ambiente. Os homens têm como opção a calça de moletom ou a própria bermuda do verão, mas com uma camisa de manga longa ou um casaco. Já as mulheres podem usar a legging e o casaco também. Ambos podem tirar o casaco e amarrar na cintura, à medida que o corpo vai esquentando”, orientou o personal. Na praia, também é fundamental fazer um aquecimento. Com relação aos agasalhos, o profissional indicou os chamados casacos ‘corta-vento’.

Outra dica importante, especialmente para quem treina ao ar livre, é adaptar a atividade ao horário de maior conforto. “Se a pessoa geralmente faz exercício pela manhã bem cedo, mas não se sente bem no inverno com o clima ou com a dificuldade em acordar, é interessante trocar o horário”, afirmou. Na Baixada Santista, o sol da manhã tem aumentado um pouco as temperaturas. Esse horário pode ser uma opção.

E água, vocês estão tomando? A hidratação corporal é necessária inclusive no inverno. A garrafinha de água deve ser companheira no dia a dia, e há também aplicativos que, além de lembrarem de tomar água, mostram a quantidade ingerida por dia. Comer bem antes do treino também é importante.

Cuidar-se também exige cuidados que podem ser determinantes no resultado. Fiquem atentos, busquem sempre auxílio de profissionais especializados e bons treinos no inverno, porque está liberado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *