Novembro

Novembro azul – Saúde dos homens em foco

Todos os anos o mês de novembro é referência na missão de orientar a população sobre a importância dos cuidados relacionados com a saúde do homem, principalmente o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Mesmo em tempos de pandemia, as atenções do mundo da saúde se voltam para a Campanha “Novembro Azul”, que visa alertar os homens com idade acima dos 50 anos sobre a doença e os seus riscos. Motivos para isso não faltam: afinal, o câncer de próstata permanece como uma importante causa de morbidade e mortalidade no mundo. É o tipo de câncer mais comum no homem e o segundo em mortalidade. Para o triênio 2020/2022 a estimativa é de que sejam diagnosticados 65.840 novos casos. A incidência é tão alta que para cada 9 homens um terá o diagnóstico da doença ao longo da sua vida. Esse indicativo revela que o brasileiro dá pouca importância à medicina preventiva.

“O Brasil e o mundo vivem um momento de pandemia do novo coronavírus onde muitos tratamentos foram interrompidos e cirurgias adiadas. Porém, é muito importante alertar a população, principalmente os homens, já que estamos no Novembro Azul, sobre algumas doenças urológicas que não podem esperar e que quanto antes forem diagnosticadas, melhor será o resultado do seu tratamento. Entre elas estão o câncer de próstata, de pênis, de testículo, a hiperplasia benigna da próstata, a incontinência urinária e a bexiga hiperativa”, afirma Fábio Atz Guino, médico urologista e proprietário do ATZ Day Hospital.

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e, quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, o que dificulta a cura. Por isso, o especialista alerta e reforça a importância da realização de exames preventivos.

“O câncer de próstata é um dos cânceres mais curáveis que existem. O principal fator para manter essa taxa é o diagnóstico precoce com os exames de rastreamento”, enfatiza o médico.

Homens a partir dos 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem esses fatores devem ir ao urologista para conversar sobre o exame clínico (toque retal), que permite ao médico avaliar alterações da glândula, e também sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). “O maior desafio é conscientizar as pessoas de que é um exame rápido, indolor e essencial para evitar problemas no futuro”. Para o urologista, a campanha realizada durante este mês irá incentivar a prevenção, desconstruir os preconceitos e levar informação em prol da saúde masculina.

O que é a próstata

É uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

O que é o Câncer de próstata

É a multiplicação desordenada de células da próstata. No Brasil é o segundo tipo de câncer mais frequente nos homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma

Principais sintomas

Dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência, presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Tratamento

O tipo de tratamento vai depender do estágio da doença em cada paciente.

 Fatores de risco

Histórico familiar: pai, irmão e tio – Raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer e obesidade.

Deixe o preconceito de lado e cuide da saúde !  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *